Estado Islâmico degola seu quarto refém em novo vídeo

Homem mascarado reaparece em vídeo publicado nesta sexta pelo grupo jihadista. Vítima é o voluntário britânico Alan Henning, sequestrado em dezembro na Síria

São Paulo – Os rebeldes do Estado Islâmico (<strong><a href="http://www.exame.com.br/topicos/ei">EI</a></strong>) divulgaram nesta sexta-feira um novo vídeo aterrorizante. Nele, é degolado o voluntário britânico Alan Henning, o quarto refém ocidental a ser morto desta forma. As informações são da agências de notícias <a href="http://bigstory.ap.org/article/6bc8aa844c9c4dacb8de91d054cfe736/video-purports-show-islamic-state-beheading">AP</a>.</p>

Como nos vídeos anteriores, o homem mascarado, que teve sua identidade descoberta, porém não divulgada por autoridades americanas, ameaçou ainda matar um quinto refém, que, de acordo com especulações, é americano.

Segundo o jornal britânico The Guardian, Henning aparecia no vídeo anterior publicado pelos extremistas há algumas semanas e no qual foi morto outro voluntário britânico, o escocês David Haines.

Ainda de acordo com a AP, Henning, 47 anos, viajou para a Síria com um grupo no ano passado e foi sequestrado pelos rebeldes em 26 de dezembro, pouco tempo depois de ter cruzado a fronteira entre a Turquia e a Síria.

Descrito pela família e amigos como “um homem simples que queria apenas fazer o bem”, Henning viajou até a região para distribuir suprimentos e ambulâncias, fruto de uma campanha liderada por ele no Reino Unido, para outro grupo humanitário.