Estado de exceção é constitucional, diz Supremo da Venezuela

O Tribunal Supremo de Justiça do país declarou como "constitucional" o estado de exceção decretado pelo presidente Nicolás Maduro

O Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) venezuelano declarou nesta quinta-feira como “constitucional” o estado de exceção decretado pelo presidente Nicolás Maduro, que tinha sido rejeitado pelo Parlamento e que dá ao governo amplos poderes para enfrentar a crise econômica e conter a ofensiva para tirá-lo do poder.

“Em parecer conjunto de todos os seus magistrados, a Sala Constitucional do Tribunal Supremo de Justiça, afirmou a constitucionalidade do Decreto N° 2.323, mediante o qual se declara o Estado de Exceção e de Emergência Econômica, dadas as circunstâncias extraordinárias de ordem social, econômico, político, natural e ecológicas que afetam gravemente a economia nacional”, indicou um comunicado do TSJ.