Estação de Madri é evacuada por falso alerta terrorista

Um porta-voz do corpo de segurança indicou que havia sido ativado o protocolo por ameaça terrorista

A estação de Atocha de Madri, palco dos atentados de 11 de março de 2004, foi evacuada nesta sexta-feira depois que um homem ameaçou detonar explosivos, que por fim não carregava, informou a polícia espanhola.

Um porta-voz do corpo de segurança indicou à AFP que havia sido ativado o protocolo por ameaça terrorista e que um homem que “dizia que iria explodir um artefato na mochila que carregava” foi detido, mas “foi comprovado que não havia nenhum artefato” ali.

A polícia “segue inspecionando o trem e as vias para comprovar se há algo”, acrescentou esta fonte.

A estação de Atocha, a maior da capital espanhola, foi palco de atentados islamitas em 11 de março de 2004 que deixaram 191 mortos e mais de 2.000 feridos pelas explosões provocadas em quatro trens das proximidades.