Espanha quer mudança em proposta de cotas de imigração da UE

O plano de ação para a imigração e asilo apresentado na quarta-feira por Bruxelas prevê cotas obrigatórias para a repartição equitativa dos refugiados

Bruxelas – O ministro espanhol das Relações Exteriores, José Manuel García Margallo, pediu nesta segunda-feira à Comissão Europeia que revise a proposta de cotas de imigrantes e refugiados por país, considerando que a mesma deve ser “proporcional, justa e realista”.

A Espanha está disposta a fazer “o esforço solidário que nos pedem. Mas esse esforço solidário deve ser proporcional, justo e realista, e em minha opinião os critérios propostos pela Comissão não o são”, declarou Margallo ao chegar a uma reunião de ministros em Bruxelas.

O plano de ação para a imigração e asilo apresentado na quarta-feira por Bruxelas prevê cotas obrigatórias para a repartição equitativa dos refugiados e, em uma crise, uma transferência de requerentes de asilo entre os Estados da União Europeia.