Eslovênia recusa 150 imigrantes que chegaram por trem

Ao menos 150 imigrantes encontravam-se bloqueados em um trem em um posto de fronteira entre Croácia e Eslovênia

Dobova – Ao menos 150 imigrantes encontravam-se bloqueados na tarde desta quinta-feira em um trem em um posto de fronteira entre Croácia e Eslovênia, depois que as autoridades deste último país negaram sua entrada por não poderem apresentar os documentos legais para fazê-lo, informou a polícia eslovena.

“Durante um controle regular na fronteira a bordo de um trem (proveniente da Croácia), constatou-se que 150 dos 300 passageiros não tinham as condições necessárias para entrar na Eslovênia”, informou um porta-voz da polícia de fronteiras eslovena, Anton Stubljar, a jornalistas presentes em Dobova.

Segundo Stubljar, as autoridades preparam a volta deste imigrantes a Zagreb o mais rápido possível.

Os imigrantes bloqueados, que não foram autorizados a sair dos vagões, se aglomeraram nas janelas, e alguns ofenderam os policiais mobilizados na estação de Dobova, acompanhados de cães adestrados.

Em um momento, os migrantes começaram a gritar “UN! UN!” (ONU, em inglês), batendo com as mãos. A situação se acalmou no final da tarde, constatou a AFP.