Escolas de jornalismo serão dirigidas por publicitários

Partido Comunista da China irá nomear os novos diretores de escolas de jornalismo

Pequim – As principais faculdades de jornalismo na China serão dirigidas por especialistas em propaganda do Partido Comunista, na tentativa de conter a “influência negativa do jornalismo ocidental no país”. As informações são do jornal chinês South China Morning Post.

De acordo com a publicação, o plano deverá ser anunciado nos próximos dias e será aplicado nas dez principais faculdades e escolas de jornalismo da China.

O modelo adotado será o mesmo da Universidade de Fudan, em Xangai, onde o sistema foi implantado em 2001.

Song Chao é o diretor do programa de jornalismo na instituição e número dois do departamento de propaganda do Partido Comunista na metrópole.

“O ensino do ponto de vista marxista sobre jornalismo será intensificado”, explicou.

Li Datong, ex-diretor de um suplemento do jornal China Youth Daily vê com ceticismo a iniciativa. “Os jornalistas irão memorizar algumas fórmulas marxistas, mas, no fim, não irão leva-las em conta”, afirmou.