Equador evacua ilhas por alerta de tsunami após tremor no México

As ilhas Galápagos estão situadas a aproximadamente mil quilômetros do litoral do Equador e são um dos pontos turísticos mais importantes da nação andina

Quito – O governo equatoriano ordenou a evacuação de quatro ilhas em Galápagos, incluída Isabela, a maior do arquipélago, pelo alerta de tsunami gerado após o terremoto ocorrido no sul do México, que foi sentido também em países da América Central.

A Secretaria Nacional de Comunicação (SECOM) informou que, devido à força do tremor no México, o Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico, com sede no Havaí, emitiu um alerta de tsunami para México, Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Honduras e Equador.

O Centro de Operações de Emergência do Equador ordenou a evacuação focada na populações das ilhas São Cristóbal, Isabela, Santa Cruz e Floreana e foram habilitados pontos de reunião e albergues afastados do litoral.

No caso da ilha Isabela, a maior do arquipélago, haverá evacuação total pela sua situação de impacto do tsunami.

As autoridades, além disso, ordenaram a retirada das embarcações a “5 milhas fora da enseada dos portos”.

Segundo a SECOM, nas quatro ilhas o processo previsto de evacuação ocorreu “sem novidades”.

As ilhas Galápagos estão situadas a aproximadamente mil quilômetros do litoral do Equador e são um dos pontos turísticos mais importantes da nação andina.

A secretária de Riscos, Alexandra Ocles, confirmou que em um primeiro momento do fenômeno, foram registradas ondas irregulares em Galápagos.

“Não existem reportes de danos ou perdas humanas”, apontou a SECOM.