Enviado acusa rebeldes de ataque químico; cobra investigação

Enviado da Síria na ONU pediu a Ban Ki-moon que a equipe de peritos químicos que está atualmente em Damasco investigue três ataques rebeldes

Nações Unidas – O enviado da Síria na ONU pediu nesta quarta-feira ao secretário-geral Ban Ki-moon que a equipe de peritos químicos da Organização das Nações Unidas que está atualmente em Damasco investigue três ataques rebeldes nos quais, segundo ele, soldados sírios inalaram gás venenoso.

O embaixador Bashar Ja’afari disse a jornalistas que pediu a Ban “para ordenar imediatamente a equipe de investigação presente agora em Damasco a investigar três incidentes hediondos ocorridos na zona rural de Damasco nos dias 22, 24 e 25, em que os membros do Exército sírio inalaram gás venenoso”.

Ja’afari falou logo após o encerramento de uma reunião a portas fechadas dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU sobre a proposta britânica de um resolução exigindo uma resposta rápida a um suposto ataque com armas químicas contra civis sírios na semana passada.

Os enviados dos membros permanentes do Conselho não fizeram comentários imediatos sobre o encontro.