Enviado da ONU vai pressionar G20 por conferência de paz

Enviado especial da ONU para a Síria vai realizar conversas com líderes mundiais durante uma cúpula do G20

São Petersburgo – O enviado especial da ONU para a Síria, Lakhdar Brahimi, vai realizar conversas com líderes mundiais durante uma cúpula do G20 na Rússia para pressionar pela realização de uma conferência internacional com o objetivo de acabar com a guerra civil na Síria.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse em um comunicado que Brahimi viajou para São Petersburgo, onde o grupo de países desenvolvidos e em desenvolvimento G20 se reúne a partir desta quinta-feira para dois dias de conversações.

“Enquanto o mundo está focado em preocupações sobre o possível uso de armas químicas na Síria, devemos nos esforçar ainda mais para a Conferência Internacional sobre a Síria, que terá lugar em Genebra”, disse o comunicado.

“Uma solução política é a única maneira de acabar com o derramamento de sangue na Síria”, disse Ban.

Rússia e Estados Unidos anunciaram em maio que iriam tentar reunir o governo sírio e representantes da oposição em uma conferência internacional, mas nenhuma data foi definida e não há qualquer sinal de que o encontro possa ser realizada em um futuro próximo.

A Rússia, anfitriã da cúpula do G20, se opõe a possíveis ataques militares lideradas pelos EUA para punir o presidente sírio, Bashar al-Assad, por um suposto ataque com armas químicas. O conflito na Síria pode ofuscar as negociações de cúpula do G20 sobre a economia global.