Enfermeiro com suspeita de ebola chega aos EUA

Identidade e o sexo do paciente não foram informados, assim como o país em que se encontrava na África

Washington – Um enfermeiro americano que trabalhava na África Ocidental e que pode ter o vírus ebola chegou nesta quinta-feira aos Estados Unidos e foi internado em um centro de observação no hospital Emory, perto de Atlanta, informou a instituição.

A identidade e o sexo do paciente não foram informados, assim como o país em que se encontrava na África.

O paciente chegou ao hospital por volta das 05h45 (08h45 de Brasília) desta quinta-feira, depois de ser transferido aos Estados Unidos em um avião especialmente preparado para este atendimento médico da companhia Phoenix Air, disse um comunicado.

Ali ficará em observação e será submetido aos testes necessários para determinar se está infectado, informou anteriormente um porta-voz do hospital, Holly Korschun.

O Emory é uma das 35 instituições que as autoridades americanas anunciaram nesta semana que estão aptas a realizar o tratamento de eventuais casos de ebola.

Até agora nos Estados Unidos dez pessoas foram atendidas por casos de ebola, das quais oito morreram, todas americanas.

Segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS), o vírus provocou a morte de 6.070 pessoas de um total de 17.145 infectadas.