Encurralados no Iraque se agarram a helicópteros para fugir

Yazidis que estão escondidos do Estado Islâmico nas montanhas do Iraque tentam escapar se agarrando em helicópteros que levam ajuda humanitária

São Paulo – Desde a semana passada, helicópteros levam ajuda humanitária aos milhares de yazidis – minoria religiosa perseguida pelo Estado Islâmico – que estão encurralados em montanhas no norte do Iraque.

Estima-se que entre 10 mil e 40 mil yazidis estejam encurralados no Monte Sinjar, presos entre as armas dos radicais islâmicos – que tomaram as estradas que dão acesso ao local – e a fome, a sede e o forte calor.

O EI, que é conhecido pela brutalidade com que lida com seus inimigos, vê os yazidis como infiéis e só os dá duas opções: a conversão ao ilsamismo ou a morte. Segundo o ministro de Direitos Humanos do Iraque, 500 yazidis já foram mortos pelos radicais.

O desespero do fugitivos é tanto que, ao verem um helicóptero levando ajuda humanitária se aproximar, muitos tentam se agarrar à aeronave na tentativa de escapar de lá.

Uma dessas tentativas de fuga foi registrada por um repórter da BBC que acompanhava uma missão humanitária. Veja no vídeo abaixo:

http://www.bbc.co.uk/emp/worldwide/player.swf

O jornalista do Channel 4, Jonathan Rugman, também registrou uma destas missões humanitárias e usou sua conta do Twitter para mostrar a situação dos yazidis.

No vídeo abaixo, ele mostra o desespero dos yazidis que tentam entrar no helicóptero. Dezenas tentam, mas poucos conseguem ser resgatados.

http://c.brightcove.com/services/viewer/federated_f9?isVid=1

Veja algumas fotos que Rugman tirou de dentro do helicóptero enquanto acompanhava a missão humanitária. Mesmo após conseguirem fugir, a tristeza ainda domina os yazidis: