Empresa encontra carne de cavalo em latas vendidas na França

Os produtos envolvidos foram retirados imediatamente de venda, disse empresa Panzani

Paris – A empresa Panzani, propriedade do grupo espanhol Ebro, anunciou nesta terça-feira que detectou a presença de carne de cavalo em latas de ravioli comercializadas na França e fabricadas para sua marca William Saurin.

Os produtos envolvidos foram retirados imediatamente de venda, disse a empresa.

A Panzani afirmou que a William Saurin “foi enganada por um de seus fornecedores”, ressaltando que “não se trata da Spanghero”, a empresa envolvida em casos anteriores de produtos rotulados como elaborados com carne bovina e que continham carne de cavalo.

A Panzani esclareceu que apenas os raviolis estão envolvidos no problema e que seus outros produtos a base de carne “não contêm traços de cavalo”.

Este caso confirma que o escândalo da carne de cavalo em pratos preparados na França ultrapassa o âmbito do circuito descoberto até agora, que passava pela empresa Spanghero.

O governo francês já havia dado a entender que existem outros circuitos de fraude.