Emissora Fox News exibe execução de piloto jordaniano

A emissora decidiu exibir na TV e em seu site a execução de piloto jordaniano pelo Estado Islâmico

Washington – A emissora Fox News decidiu, ao contrário de outros veículos americanos, exibir na TV e em seguida em seu site na internet, a execução do piloto jordaniano Maaz al-Kassasbeh, queimado vivo pelos jihadistas do grupo Estado Islâmico.

“Estas imagens são violentas, cruéis e chocantes. Alguns de vocês certamente desviarão o olhar”, advertiu na noite desta terça-feira o apresentador Bret Baier, antes de exibir uma foto, tirada do vídeo, que mostra Maaz al-Kassasbeh ardendo em chamas, vivo, dentro de uma jaula.

“Pensamos que devem ver isto”, acrescentou, destacando que a emissora considera necessário mostrar “a realidade do terrorismo islâmico”.

A execução provocou indignação em todo o mundo. Em reação, a Jordânia executou nesta quarta-feira, na forca, dois jihadistas iraquianos, entre eles uma mulher, condenados à morte há anos.

O vídeo do EI, com 22 minutos e 30 segundos, foi rapidamente postado no site da Fox News, com a advertência, “atenção, vídeo extremamente chocante”.

Até agora, a Fox News foi a única emissora que decidiu mostrar o vídeo.

A CNN expressou em seu site simplesmente “não mostrar” o vídeo da execução, ser dar maiores explicações.