Embarcação com centenas de imigrantes chega a porto italiano

As operações de desembarque serão complicadas pois os equipamentos do navio, que aparentemente está sem energia, foram danificados

Roma – O navio “Ezadeen”, com centenas de imigrantes a bordo e cujo controle foi assumido pelas autoridades italianas quando a embarcação foi descoberta nesta quinta-feira em alto-mar, chegou durante a noite de hoje no porto de Corigliano Calabro, no sul da Itália.

O desembarque dos imigrantes -450 pessoas segundo a Guarda Costeira italiana, será feito durante as próximas horas devido a problemas técnicos para o atracamento da embarcação.

As operações de desembarque serão complicadas pois os equipamentos do navio, que aparentemente está sem energia, foram danificados, explicou o comandante da Capitania dos Portos, Francesco Perrotti.

Funcionários de organizações de proteção civil estão no porto esperando o desembarque dos imigrantes, aparentemente de maioria síria e que poderiam ter embarcado em algum porto da Turquia.

O cargueiro foi abandonado em águas do mar Jônico e foi alcançado nesta manhã pela Guarda Costeira, que assumiu o controle da embarcação.

O navio, aparentemente de Serra Leoa, foi encontrado abandonado por sua tripulação a 40 milhas (70 quilômetros) do Cabo de Leuca (Lecce, sul da Itália).

A Guarda Costeira o guiou a uma velocidade de três nós (6km/h) em direção ao porto calabrês de Crotona, mas depois a embarcação foi levada para o porto de Corigliano Calabro, em uma zona protegida do Golfo de Taranto.