Em vídeo, papa relembra Brumadinho e pede apoio às famílias das vítimas

Declaração, falada em espanhol e legendada em português, foi divulgada neste sábado, aniversário de um ano da tragédia, nas redes sociais do Vaticano

Cidade do Vaticano, 25 jan (EFE) – O papa Francisco relembrou neste sábado a tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, ocorrida exatamente um ano atrás, em que 259 pessoas morreram e 11 ficaram desaparecidas após o rompimento de uma barragem da mineradora Vale.

“Neste primeiro aniversário da tragédia de Brumadinho, rezemos pelos 272 irmãos e irmãs que foram soterrados. E lamentamos a contaminação de toda a bacia fluvial”, disse o pontífice, em vídeo divulgado nas redes sociais, em que comete imprecisão no balanço das vítimas, com relação ao balanço oficial das autoridades.

O papa pediu que os fiéis ofereçam solidariedade aos familiares das vítimas, um apoio à Arquidiocese e a todas as pessoas que estão sofrendo e que precisam de ajuda.

“Com a intercessão de São Paulo, que Deus nos ajude a recuperar e proteger a nossa casa comum”, afirmou Francisco.

O rompimento da barragem de rejeitos da mina da Vale em Brumadinho aconteceu no dia 25 de janeiro do ano passado. A avalanche foi responsável por matar 259 pessoas e deixar 11 desaparecidos, a maioria funcionários da própria companhia.

Nesta semana, o Ministério Público de Minas Gerais denunciou o ex-presidente da Vale Fabio Schvartsman e mais 15 pessoas pelo crime de homicídio doloso. Eles também vão responder por crime ambiental, assim como a mineradora e a alemã Tüv Süd.