Em Israel, uma em cada cinco famílias vive na pobreza

Porém, o número de famílias pobres diminuiu levemente, passando de 20,5% em 2009 a 19,8% em 2010, graças à redução do desemprego e ao crescimento econômico

Jerusalém – Uma em cada cinco famílias israelenses viveu em 2010 em condições de pobreza, segundo o relatório anual do Instituto de Seguros Nacionais.

O número de famílias pobres (433.300) diminuiu levemente, passando de 20,5% em 2009 a 19,8% em 2010, graças à redução do desemprego e ao crescimento econômico, que posteriormente desacelerou em consequência da crise mundial.

No total, o país tinha 1.733.000 pessoas pobres, o que representa um israelense em cada quatro, incluindo 873.000 crianças.

Em Israel, uma família é considerada pobre quando tem renda mensal média inferior a 3.861 shekels (1.000 dólares).

Os dois setores da população mais afetados pela pobreza são os judeus ultraortodoxos e os árabes israelenses (20% da população). Nestas categorias, mais de uma família a cada duas vive em condições de pobreza (respectivamente 55% e 53,2%).