Em áudio divulgado décadas depois, Reagan chama africanos de “macacos”

Reagan fez os comentários sobre delegados africanos na ONU durante um telefonema com o então presidente norte-americano Richard Nixon

São Paulo — Em uma gravação de áudio de 1971 que veio à tona recentemente, Ronald Reagan, então governador do Estado norte-americano da Califórnia, é ouvido depreciando delegados africanos na Organização das Nações Unidas (ONU) ao chamá-los de “macacos” durante um telefonema com o presidente dos Estados Unidos Richard Nixon.

A gravação até então inédita ocorreu na esteira de uma decisão da ONU de expulsar Taiwan à qual os Estados Unidos se opunham.

“Ver esses macacos destes países africanos, vão se danar”, ouve-se Reagan dizer, levando a risadas de Nixon. “Eles ainda estão desconfortáveis calçando sapatos”.

A conversa foi publicada nesta semana pela revista Atlantic. O artigo foi escrito por Tim Naftali, professor de história da Universidade de Nova York e ex-diretor da Biblioteca Presidencial Nixon.

Veja também

Após a morte de Reagan, em 2004, Naftali conseguiu que os Arquivos Nacionais liberassem a gravação completa.

“Foi pior do que eu esperava”, disse Naftali ao jornal Washington Post, referindo-se ao áudio. “Foi a combinação do insulto de Reagan e da repetição de Nixon não uma vez, mas duas em conversas posteriores”.

Nixon deixou o cargo em 1974, tornando-se o único presidente norte-americano a renunciar em reação a um impeachment quase certo resultante do escândalo de Watergate. Ele morreu em abril de 1994.

Reagan foi governador da Califórnia entre 1967 e 1975, e presidente dos EUA de 1981 e 1989.