Em Ação de Graças, Obama pede unidade aos americanos

Presidente lembrou o país que acaba de terminar ''uma campanha eleitoral apaixonada, ruidosa e vital para nossa democracia''

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta quinta-feira a seus compatriotas que lembrem que são uma comunidade, unida e generosa, no dia de Ação de Graças, poucas semanas depois do final de um longo e tenso período eleitoral.

Em uma edição especial de sua mensagem de rádio semanal por ocasião do feriado, Obama lembrou ao país que acaba de terminar ”uma campanha eleitoral apaixonada, ruidosa e vital para nossa democracia”.

Uma campanha, acrescentou, ”que nos exigiu escolher entre opções, e às vezes essa escolha nos levou a fixar-nos no que nos separa em vez de no que nos une”.

O Dia de Ação de Graças, continuou Obama, ”nos dá uma oportunidade para pôr tudo isto em perspectiva, para lembrar que, apesar de nossas diferenças, somos e seremos sempre, primeiro e antes que nada, americanos”.

Em um dia no qual se rememora, segundo a tradição, as primeiras colheitas que permitiram aos colonizadores europeus sobreviver no Novo Mundo, Obama pediu a seus compatriotas que não esqueçam a generosidade e a solidariedade que caracterizou a nação.