Em 3 dias, exército curdo mata 130 rebeldes do EI no Iraque

Os combatentes foram mortos em várias emboscadas realizadas pelas forças "peshmergas" ao norte da comarca de Tel Afar, em território controlado pelos curdos

Erbil – O exército curdo “peshmerga” matou 130 terroristas do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) quando os integrantes fugiam da comarca de Tel Afar, no norte do Iraque, nas últimas 72 horas, anunciou nesta terça-feira o Comando Geral desta força.

Os combatentes do EI foram mortos em várias emboscadas realizadas pelas forças “peshmergas” ao norte da comarca de Tel Afar, em território controlado pelos curdos.

Após algumas destas emboscadas explodiram combates entre ambas partes, segundo o comunicado, no qual também foi informada sobre a detenção de outros 12 combatentes do EI.

Os “peshmergas” não participam da ofensiva de Tel Afar, mas estão encarregados de defender os territórios situados ao norte dessa comarca.

No domingo, as forças iraquianas arrebataram do grupo terrorista os dois últimos bairros que ficavam em suas mãos na cidade de Tel Afar, o principal núcleo urbano da comarca, e agora prosseguem com a ofensiva em outros povoados da zona.