Eletropaulo terá tarifas reduzidas a partir de amanhã

Para os consumidores residenciais, a redução será 1,45% e as indústrias pagarão 3,71% a menos pela energia

Brasília – Os 6,3 milhões de consumidores atendidos pela AES Eletropaulo vão pagar em média 2,26% a menos pela conta de luz a partir de amanhã (4). O índice final foi definido hoje (3) pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Para os consumidores residenciais, a redução será 1,45% e as indústrias pagarão 3,71% a menos pela energia. Os valores são resultado dos efeitos dos cálculos da revisão tarifária e do reajuste aprovados pela Aneel.

Ontem, a agência tinha aprovado uma redução de 9,33% na tarifa da AES Eletropaulo, como resultado da terceira revisão tarifária periódica da distribuidora. O valor final da redução foi calculado levando em conta também o reajuste de energia aprovado hoje. A Eletropaulo atende a consumidores da capital e 23 municípios do estado de São Paulo

A revisão e o reajuste são duas formas diferentes de atualizar as tarifas praticadas por uma distribuidora. A revisão é feita, em média, a cada quatro anos e tem como objetivo readequar tarifas de acordo com ganhos de eficiência e produtividade que as distribuidoras tiveram no período. O reajuste anual tem outra metodologia de cálculo e leva em conta a inflação e a variação de custos que a empresa teve.

Geralmente, a revisão e o reajuste não ocorrem no mesmo ano, mas a revisão da Eletropaulo estava prevista para o ano passado e atrasou por causa de discussões sobre metodologia para o terceiro ciclo de revisões tarifárias. Segundo o relator do processo, Julião Coelho, a diferença desse período deverá ser compensada ao consumidor nos próximos reajustes, a partir do ano que vem.