Eleitores e opositores de Erdogan entram em confronto em Bruxelas

Confrontos nesta quinta-feira, em frente ao consulado da Turquia em Bruxelas, deixaram "vários feridos", disse a polícia local

“Graves incidentes” foram registrados nesta quinta-feira à tarde em frente ao consulado da Turquia em Bruxelas entre partidários e opositores do presidente turco Recep Tayyip Erdogan, fazendo “vários feridos”, segundo a polícia local.

“Houve graves incidentes entre partidários e opositores do regime turco, na rua, em frente ao consulado turco. Várias pessoas ficaram feridas. Elas foram levadas ao hospital”, disse à AFP Ilse van de Keere, porta-voz da polícia de Bruxelas.

Este incidente coincide com o período de votação, de 27 de março a 9 de abril, dos turcos residentes na Bélgica para um referendo sobre uma reforma constitucional que reforçaria os poderes do presidente Erdogan.

Na Turquia, a votação será em 16 de abril.

O porta-voz da polícia se recusou a dar detalhes sobre o número de feridos ou o seu estado, dizendo que a situação era “sensível”.

Uma investigação foi aberta pelo Ministério Público de Bruxelas. De acordo com Firat, uma agência de notícias próxima dos separatistas curdos na Turquia, três pessoas de origem curdaficaram feridas com facas nestes incidentes, causados ​​por apoiantes do AKP, o partido islâmico conservador no poder na Turquia.