Eleitores britânicos apoiariam hoje permanência na UE, indica pesquisa

Theresa May descartou várias vezes a possibilidade de convocar um novo referendo, apesar da votação ter apoio político e de parte da população

Londres – O Reino Unido, se votasse hoje, apoiaria a permanência na União Europeia, uma vez que mais jovens e pessoas que escolheram não votar no referendo de 2016 agora recusariam o Brexit, apontou pesquisa realizada com 20 mil eleitores.

Faltando cinco meses para a saída do Reino Unido da UE, marcada para o dia 29 de março, eleitores agora apoiariam a permanência no bloco por 54 contra 46 por cento dos votos, indicou levantamento do instituto Survation para a rede Channel 4.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, descartou várias vezes a possibilidade de convocar um novo referendo, mas os ex-premiês Tony Blair e John Major pediram outra votação e 700 mil pessoas marcharam em Londres no mês passado para exigi-la.

O especialista britânico em eleições John Curtice disse que o resultado de uma nova votação ainda dependeria de quem fosse às urnas.

“O que está por trás disso, na verdade, tem muito a ver com o comparecimento”, disse, acrescentando que as áreas pró-Brexit estão passando por mudanças, mas que não muitos eleitores a favor da separação, especialmente os mais velhos, estão mudando de ideia.

“A oscilação a favor da permanência está mais forte entre os eleitores mais jovens, e é virtualmente ausente entre os eleitores mais velhos”.

Anteriormente, a maioria das pesquisas só mostrava ligeiras alterações na opinião pública desde o referendo do Brexit.