EI toma controle de 16 povos curdos no norte da Síria

As localidades ficam na periferia de Kobani, uma das principais regiões de predomínio curdo na Síria

Beirute – O grupo radical Estado Islâmico (EI) tomou nas últimas 24 horas o controle de 16 povos de maioria curda na província síria de Aleppo (norte), informou nesta quinta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

As localidades ficam na periferia de Kobani, uma das principais regiões de predomínio curdo na Síria, que os jihadistas tentam somar às zonas sob seu domínio.

Nesta ofensiva, os extremistas usaram carros de combate e artilharia.

Segundo a ONG, há um número indeterminado de mortos entre os curdos, tanto civis como milicianos das Unidades de Proteção do Povo Curdo.

Esta força é uma das facções sírias que apresenta uma oposição mais dura aos avanços do EI, que proclamou um califado em junho no Iraque e Síria.

Os curdos sírios se concentram, sobretudo, na província de Al Hasaka (nordeste) e nas regiões de Afrin e de Ain al Arab, também denominada Kobani, em Aleppo (norte), e são 9% da população do país.

Por outro lado, pelo menos 18 pessoas perderam a vida hoje pelos bombardeios de aviões do regime sírio contra a população de Al Bab, ao norte da cidade de Aleppo e um dos redutos do EI nesta província, segundo o Observatório.

O número de mortos documentados e verificados no conflito armado na Síria desde março de 2011 até abril deste ano é de 191.369, quase nove mil deles menores de idade, segundo a ONU. EFE