EI garante que usou bomba caseira para derrubar avião russo

Na última edição da revista editada pela organização jihadista, os radicais mostram uma imagem da suposta bomba fabricada com uma lata de refrigerante

Cairo – O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) afirmou nesta quarta-feira que usou uma lata de refrigerante carregada de explosivos para derrubar o avião da companhia russa Metrojet, com 224 pessoas a bordo, no último dia 31 de outubro na Península do Sinai.

Na última edição da revista editada pela organização jihadista em inglês, a “Dabiq”, os radicais mostram uma imagem da suposta bomba fabricada com uma lata de refrigerante e o que parece ser um detonador.