EI desafia Rússia durante sermão em mesquita na Síria

O imã jihadista previu que a Rússia "quebrará" na Síria como aconteceu no Afeganistão "e os soldados do Estado Islâmico quebrarão os tronos dos cruzados"

Beirute – O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) desafiou a Rússia durante o sermão desta quinta-feira em uma mesquita na cidade de Al Raqqa, seu principal reduto na Síria, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG, que citou ativistas na região, explicou que durante seu pronunciamento o imã falou aos fiéis sobre “o discurso russo contra os irmãos do Estado Islâmico”.

Tal discurso, expressou o imã, “é um pedido dos soldados do califado que estão motivados para ver os soldados russos no país de Sham (Síria) para cortar-lhes as cabeças e degolá-los”.

O imã jihadista previu que a Rússia “quebrará” na Síria como aconteceu no Afeganistão “e os soldados do Estado Islâmico quebrarão os tronos dos cruzados”.

Este sermão foi feito durante a festividade muçulmana do Eid al-Adha ou do Sacrifício, que põe fim à peregrinação anual à cidade santa saudita de Meca.

Moscou mostrou nas últimas semanas sua determinação de apoiar o regime de Bashar al Assad em sua luta contra os jihadistas do EI e não descarta intervir militarmente na Síria se assim Damasco pedir.