Egypt Air é proibida de voar para a Rússia

O serviço de imprensa do aeroporto de Domodedovo confirmou ter sido notificado da proibição, que será aplicada a partir de sábado

Autoridades russas proibiram a companhia aérea egípcia Egypt Air de operar voos para a Rússia, anunciou nesta sexta-feira um aeroporto de Moscou, com base em uma diretiva da Agência Russa de Transporte Aéreo (Rosaviatsia).

O serviço de imprensa do aeroporto de Domodedovo confirmou à AFP ter sido notificado da proibição, que será aplicada a partir de sábado.

Contactada pela AFP, Rosaviatsia se recusou a comentar.

O ministro egípcio da Aviação Civil, Hossam Kamal, afirmou em um comunicado que o Egito “não foi oficialmente informado do cancelamento do voo da Egypt Air programado para sábado para Moscou”.

Segundo ele, “contatos de alto nível estão em andamento para esclarecer a situação”.

O anúncio ocorre uma semana depois que a Rússia suspendeu, por recomendação dos serviços de inteligência, os voos de companhias aéreas russas para o Egito, após a queda do Airbus A321 da Metrojet no Sinai egípcio.

A queda, que causou 224 mortes em 31 de outubro, teria sido causada por um ataque a bomba, segundo vários países.