Egito prende funcionários de aeroporto, dizem fontes

Detidos teriam ligação com derrubada de um avião de passageiros russo em 31 de outubro, em que as 224 pessoas a bordo morreram

Cairo – Autoridades egípcias prenderam dois funcionários do aeroporto de Sharm al-Sheikh por ligação com a derrubada de um avião de passageiros russo em 31 de outubro, em que as 224 pessoas a bordo morreram, disseram duas fontes da área de segurança nesta terça-feira.

“Dezessete pessoas estão detidas, duas delas são suspeitas de terem ajudado quem quer que tenha plantado a bomba no avião no aeroporto de Sharm al-Sheikh”, disse uma das fontes.

O serviço de segurança russo FSB disse mais cedo nesta terça-feira ter certeza de que o avião foi derrubado por uma bomba. O Egito ainda não confirmou que a queda foi provocada por um explosivo.