Egito diz que não encontrou evidências de crime em avião

A investigação do país não encontrou evidências de ações criminosas até o momento

Cairo – O Egito informou nesta terça-feira que iria levar em consideração a conclusão russa de que uma bomba derrubou um avião de passageiros na Península do Sinai no mês passado, mas a investigação do país não encontrou evidências de ações criminosas até o momento.

Os comentários foram feitos durante entrevista coletiva a jornalistas do primeiro-ministro e de diversos ministros do gabinete em Sharm al-Sheikh, balneário no Mar Vermelho de onde o avião decolou.

O ministro do Interior disse que se alguma falha de segurança foi a culpada pela queda, quem estivesse por trás seria punido.

No entanto, não foram descobertas evidências de falhas de segurança, disse.

Autoridades egípcias reforçaram a segurança em todos os aeroportos e agora revistam todas as bagagens e passageiros, acrescentou.