Economia francesa avança 1% no primeiro trimestre

País está superando sua crise interna. Governo previa expansão econômica de apenas 0,6%

Paris – A economia francesa deu mostras de ter deixado para trás a crise ao registrar crescimento de 1% no primeiro trimestre, segundo os dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (Insee).

Os dados superaram as expectativas do Governo, que previa alta de 0,6%.

O avanço do Produto Interno Bruto (PIB) entre janeiro e março foi o maior em um trimestre desde os três primeiros meses de 2006 e acontece depois da alta de 0,3% entre outubro e dezembro, destacou o Insee em comunicado.

O bom resultado foi pautado sobretudo no avanço de 3,4% da produção manufatureira, o maior crescimento em 30 anos.

Outro fator preponderante para a ascensão do PIB foi o consumo, que aumentou 0,6%. No total, a demanda interna contribuiu com seis décimos ao PIB trimestral.

O comércio exterior, por outro lado, teve um impacto negativo de quatro décimos, consequência da expansão de 2,7% das importações e da alta de 1,4% das exportações.

Após o crescimento de 1,5% em 2010, os dados do primeiro trimestre alimentam as esperanças do Governo francês de avançar 2% este ano.