Economia da Alemanha sobe 1,5% no primeiro trimestre

Expansão desse nível não era registrada desde a reunificação do país, em 1990

Berlim – O Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha registrou crescimento de 1,5% no primeiro trimestre deste ano com relação aos três últimos meses de 2010, anunciou nesta sexta-feira o Escritório Federal de Estatística (Destatis).

A economia alemã cresce com um dinamismo maior que o esperado, sublinharam os técnicos do Destatis, acrescentando que já superou os níveis anteriores à crise financeira internacional de 2008.

Segundo o Escritório Federal de Estatística, um crescimento desse nível não era registrado desde a reunificação do país, em 1990.

Na comparação do primeiro trimestre deste ano com o mesmo período de 2010, o aumento do PIB alemão foi de 5,2%, assinalaram os analistas.

O relatório explica que o PIB foi impulsionado principalmente pela economia interna, com investimentos em equipamentos, construção e consumo privado.

Os técnicos do Destatis afirmam que a expansão das exportações e importações segue com força, embora considerem que a contribuição exterior para o aumento do PIB é menor que a interior.

No primeiro trimestre de 2011, havia 40,4 milhões de trabalhadores com emprego regular e declarado, o que representa 552 mil ou 1,4% acima do mesmo período do ano anterior.