Ecclestone deverá iniciar amanhã depoimento sobre suborno

Bernie Ecclestone deverá prestar depoimento a partir desta quinta como parte do processo de suborno que responde na Alemanha

Berlim – O presidente e CEO da Formula One Management (FOM) e da Formula One Administration (FOA), Bernie Ecclestone, deverá prestar depoimento a partir desta quinta-feira na Audiência Provincial de Munique, como parte do processo de suborno que responde na Alemanha.

A promotoria do país acusa o dirigente, de 83 anos, de ter pago US$ 44 milhões a Gerhard Gribkowsky, executivo do banco público BayernLB, durante operação de venda da participação da instituição nas empresas que administram a Fórmula 1.

Gribkowsky teria a incumbência de realizar o negócio com a empresa britânica CVC, que seria aliada de Ecclestone. O montante veio da comissão que o presidente e o CEO da FOM a FOA recebeu, de US$ 66 milhões.

O executivo do banco, que é testemunha no processo, foi condenado a oito anos de prisão durante outro julgamento. Nesta sentença, o juiz Peter Noll disse que Ecclestone tinha conduzido Gribkowsky a cometer o crime, no que definiu como “suborno”.

O dirigente, no entanto, afirma que foi chantageado pelo funcionário do BayernLB.