Donald Trump diz estar disposto a se reunir com Nicolás Maduro

Presidente americano disse, ainda, que todas as opções permanecem sobre a mesa em relação aos meios para solucionar a crise na Venezuela

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse estar disposto a se reunir com o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. A informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira. A declaração do chefe da Casa Branca foi dada no momento em que ele chegou ao edifício das Nações Unidas para participar da Assembleia Geral da ONU.

“Se ele estiver aqui e quiser se encontrar…isso não estava na minha cabeça, não era a minha ideia, mas se eu puder ajudar as pessoas, é para isso que estou aqui”, disse Trump aos jornalistas sobre uma possível reunião com Maduro, que também chega à cidade para o evento da ONU.

O republicano afirmou, ainda, que “todas as opções permanecem sobre a mesa” em relação aos meios para solucionar a crise que assola o país. “Eu só quero ver a Venezuela endireitada. Quero que as pessoas ficam a salvo. Nós vamos cuidar da Venezuela”, disse Trump.

A declaração do presidente americano vem em um momento no qual a relação dos países é delicada. Durante seu discurso na ONU, Trump criticou o regime venezuelano diretamente e pediu que os países se unissem em prol da restauração da democracia na Venezuela. Anunciou, ainda, uma nova rodada de sanções contra a alta cúpula chavista. Entre os afetados, está a esposa de Maduro.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Henrique Belizario

    O “malvadao” Trump preocupado com o povo Venezuelano, enquanto os “Heróis” da esquerda apoiam o genocida Maduro.

    1. E a metade da população americana que não consegue pagar contas mesmo empregados – mais de um emorego, às vezes?

  2. Lissandro Bassani

    “Presidente” Maduro? Que tal “ditador” Maduro?

  3. Geraldo Gomes

    Esta reunião deve ocorrer num motel. Leve vaselina Maduro.

  4. O petróleo é nosso.