Dois suspeitos são presos após atropelamento na Austrália

SUV branco atropelou feriu 19 pedestres em uma movimentada rua perto da estação de trem Flinders Street, em Melbourne. Polícia descarta terrorismo

Sydney – As autoridades da Austrália prenderam dois suspeitos após o atropelamento, nesta quinta-feira, de pessoas que caminhavam pela calçada em um ponto movimentando de Melbourne. Até o momento, o episódio deixou 19 feridos, 4 em estado grave.

A polícia local informou que o motorista, de 32 anos, é de descendência afegã e sofre com problemas mentais. Descartaram a hipótese de que o incidente tenha relação com atos terroristas.

O segundo homem detido tem 24 anos e estava filmando o ocorrido. Embora tenham encontrado facas em um saco que ele carregava, autoridades não acreditam que tenha envolvimento no caso.

O que aconteceu?

O motorista dirigia um SUV branco e atropelou vários pedestres em uma movimentada rua perto da estação de trem Flinders Street, no centro comercial da cidade, no meio da tarde. Segundo testemunhas, citados pela emissora “ABC”, um carro viajava em “grande velocidade” e “atropelando as pessoas”. Estima-se que o veículo estava a mais de 100 km/h.