Doha depende da China, Índia e Brasil, diz representante dos EUA

A afirmação vem um dia depois de autoridade para comércio da União Europeia alertar que a discussão da rodada, após quase 10 anos, está num estágio difícil

Washington – O destino da longa rodada de negociações de Doha depende da vontade da China, Índia e Brasil de fazerem um acordo que abra seus mercados para mais bens e serviços estrangeiros, disse o representante para comércio dos Estados Unidos, Ron Kirk, nesta quarta-feira.

A afirmação vem um dia depois de autoridade para comércio da União Europeia alertar que a discussão da rodada, após quase 10 anos, está num estágio difícil e que “não há razão para ser otimista” sobre as chances de sucesso.