Diretor é condenado à morte por corrupção na China

Pena foi anunciada por um tribunal da cidade de Guangzhou (sul) contra Zhang Xinhua, ex-diretor geral de um conglomerado industrial e agrícola de Baiyun

Pequim – Um tribunal chinês condenou à pena de morte o diretor de uma empresa pública por corrupção em larga escala, depois da apropriação ilegal de quase 400 milhões de yuanes (64,8 milhões de dólares), informou a imprensa estatal.

A pena foi anunciada por um tribunal da cidade de Guangzhou (sul) contra Zhang Xinhua, ex-diretor geral de um conglomerado industrial e agrícola de Baiyun, considerado culpado de corrupção e suborno, informou a agência de notícias oficial Xinhua.

Zhang foi condenado por ter desviado recursos da empresa desde 2003.

O Partido Comunista realiza uma ampla campanha de combate à corrupção em todo o país desde que o presidente Xi Jinping chegou ao poder, há dois anos.

A China executa mais condenados por ano que todo o restante do mundo, segundo grupos defesa dos direitos civis, mas é muito raro que uma pena tão severa seja anunciada para um caso de corrupção de um alto dirigente.