Diretor diz que elenco de Borussia Dortmund está “em choque”

Três explosões ocorreram próximas ao ônibus do time alemão, que estava a caminho de uma partida

Dortmund – Horas depois das explosões que atingiram o ônibus do Borussia Dortmund que se encaminhava para a partida diante do Monaco, pela Liga dos Campeões, a diretoria do clube se manifestou sobre o episódio ocorrido nesta terça-feira.

O incidente fez com que a Uefa decretasse o adiamento da partida para quarta e assustou torcedores e jogadores.

“A equipe está em choque, como era esperado. Agora, temos que superar isto de alguma maneira, porque temos uma partida em 24 horas. Esta é a nossa tarefa”, declarou o diretor executivo do Dortmund, Hans-Joachim Watzke.

“Precisamos canalizar isto de alguma forma. Não será fácil tirar de nossas mentes. Mas em situações de crise, todos do Borussia se unem. Acho que o time sentirá isso amanhã.”

Cerca de 45 minutos antes do horário marcado para o início da partida, o Dortmund e a polícia alemã anunciaram que uma explosão havia acontecido próxima ao ônibus do clube.

O veículo estava a caminho do Signal Iduna Park, a cerca de 10 quilômetros do estádio.

Momentos depois, as primeiras investigações deram conta de que, na realidade, três explosões haviam ocorrido e danificado o veículo.

Em comunicado, a polícia explicou que os investigadores trabalham com a possibilidade de que as detonações foram frutos de “artefatos explosivos” que estavam escondidos “em alguns arbustos perto do estacionamento” do hotel da equipe, na região industrial de Ruhr, nas cercanias de Dortmund.

“Três explosões aconteceram próximas ao ônibus da equipe quando saia do hotel para ir ao estádio. Um jogador ficou ferido no ônibus e houve danos a uma janela do veículo”, explicou o porta-voz da polícia, Gunnar Wortmann.

Este jogador foi o zagueiro Marc Bartra, de 26 anos, ex-Barcelona. Watzke explicou que o defensor foi encaminhado a um hospital com lesões no braço e na mão, mas “nada que ponha em risco sua vida”.

O dirigente também parabenizou a torcida pelo comportamento tranquilo na saída do estádio, após a confirmação do adiamento.

“No geral, tenho que expressar meus cumprimentos aos nossos torcedores, que lidaram com isso muito bem, de forma objetiva, racional e sólida.”

Veja também