Dezenas desaparecem após barco afundar na costa de Mianmar

Teme-se que cerca de 50 membros de uma minoria muçulmana no Mianmar tenham se afogado após tentar fugir do país

Yangon – Teme-se que cerca de 50 membros de uma minoria muçulmana no Mianmar tenham se afogado após tentar fugir do país em um barco que afundou na manhã deste domingo, de acordo com um líder comunitário e uma autoridade de segurança.

Membros da etnia Rohingya têm deixado Mianmar em ondas desde que embates com os budistas arracaneses, que respondem pela maioria da população do país, explodiram em junho e outubro de 2012.

O governo disse que pelo menos 192 pessoas morreram pela violência e a Organização das Nações Unidas (ONU) diz que cerca de 140 mil pessoas continuam em campos de refugiados.

A vasta maioria dos mortos e refugiados eram Rohingya e números crescentes estão tentando perigosas jornadas em barcos para outros países, incluindo Malásia e Indonésia.