Dez imigrantes morrem e dezenas desaparecem no litoral líbio

Marinha líbia socorreu entre 80 e 90 pessoas e resgatou dez corpos, acrescentou a fonte, que afirmou ainda que havia cerca de 180 pessoas a bordo

Trípoli – Dez imigrantes africanos morreram e dezenas se encontravam desaparecidos no naufrágio nesta quinta-feira de uma embarcação em que viajavam no litoral da Líbia, informou uma fonte da Guarda Costeira líbia.

A marinha líbia socorreu entre 80 e 90 pessoas e resgatou dez corpos, acrescentou a fonte, que afirmou ainda que havia cerca de 180 pessoas a bordo.

A fonte disse que a embarcação virou a três milhas da localidade de Guarabuli, leste de Trípoli.

A Líbia é um país de trânsito para as costas europeias para milhares de imigrantes, em sua maioria africanos.

No litoral líbio, apinhados em embarcações precárias, esperam alcançar Malta ou a ilha italiana de Lampedusa, sudoeste da Sicília. Centenas deles morrem todos os anos.

A desordem reinante na Líbia deixa o caminho abeto para os traficantes, que multiplicam as saídas de imigrantes para a Europa.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), desde junho mais de 2.200 pessoas estão com seu paradeiro desconhecido depois de tentar cruzar o Mediterrâneo.

Desde 1º de janeiro, cerca de 130.000 pessoas chegaram por mar à Europa, mais que o dobro durante todo o ano de 2013.