Desespero na Tailândia com 12 crianças presas em uma caverna

Os 12 meninos, de entre 11 e 16 anos, e seu técnico ficaram presos no sábado depois que fortes chuvas alagaram o complexo de cavernas

Tailândia – Familiares dos adolescentes integrantes de um time de futebol que ficou preso em um complexo de cavernas alagadas na Tailândia recorreram a orações nesta terça-feira, à medida que civis ajudavam equipes de resgate militares no terceiro dia de buscas pelos desaparecidos.

Os 12 meninos, de entre 11 e 16 anos, e seu técnico de 25 anos ficaram presos no sábado depois que fortes chuvas alagaram o complexo de cavernas em um parque em Chiang Rai, no norte da Tailândia.

Familiares colocaram frutas, sobremesas, bebidas e doces em tapetes perto da caverna como uma oferenda aos espíritos que algumas pessoas acreditam proteger a floresta.

“Volta para casa”, disse uma mãe angustiada. “Mamãe está aqui para te buscar”.

O complexo de cavernas entra 10 quilômetros na montanha, e funcionários de resgate acreditam que os meninos estão presos em uma cavidade, mas esforços para encontrá-los foram dificultados pelo crescente nível das águas.

Bombas foram levadas para tentar retirar um pouco da água da caverna, mas chuvas tem caído intermitentemente sobre a área.

“Nós precisamos encontrar as crianças hoje. Nós temos esperança de que elas estão vivas em algum lugar lá dentro”, disse à Reuters o governador da província, Narongsak Osottanakorn.

A mídia relatou que o explorador britânico Vern Unsworth, que já visitou a caverna diversas vezes, se juntou à equipe de resgate, e até seis civis tailandeses que já exploraram extensivamente a caverna também estão ajudando, disse a polícia à Reuters.

A caverna Tham Luang, onde os meninos estão presos, é normalmente fechada durante a época de chuvas que vai de maio a outubro, de acordo com o governo.