Descarrilamento de trem deixa 20 mortos no norte da Índia

O acidente ocorreu pouco depois do meio-dia perto da estação de Malwa, na região de Uttar Pradesh

Nova Délhi – Ao menos 20 pessoas morreram e mais de uma centena ficaram feridas neste domingo no descarrilamento de 14 vagões de um trem no norte da Índia, como informaram fontes de Ferrovias e da Polícia do país.

“Recuperamos 20 corpos e não seria surpreendente que houvesse mais 50 mortos, porque há corpos presos entre os vagões”, disse à agência indiana “Ians” o diretor-geral da Polícia Brij Lal.

Em um primeiro momento, as autoridades informaram sobre dezenas de feridos e uma centena de pessoas presas no interior dos vagões do trem.

O acidente ocorreu pouco depois do meio-dia perto da estação de Malwa, na região de Uttar Pradesh, quando 14 vagões do expresso que une as cidades de Howrah a Nova Délhi descarrilaram, disse à “Ians” o oficial de Ferrovias Pradeep Ojha.

Com cerca de 1 mil passageiros, o trem circulava no momento do acidente a 105 km/h.

Imagens divulgadas pelos canais indianos de televisão mostraram pessoas quebrando janelas e saindo por estas do trem e outras descendo dos vagões por cordas feitas de lençóis e sáris.

Ao menos 200 policiais participam dos trabalhos de resgate, segundo Lal, que afirmou que suas forças usam máquinas para cortar o metal e abrir os vagões.

Todos os feridos foram transferidos com ajuda dos aldeões ao hospital do distrito de Fatehpur, a 17 quilômetros do local do acidente.

Na primeira hora da tarde, ainda não era conhecida a causa do descarrilamento.

A Índia tem uma das mais extensas redes ferroviárias do mundo, mas ao mesmo tempo sofre frequentes acidentes devido ao deficiente trabalho de manutenção das infraestruturas, má sinalização e erros humanos.

As autoridades ferroviárias ordenaram o envio de dois trens ao local para transportar os viajantes e contribuir nas tarefas de ajuda.