Deputados russos aprovam mudança em lei de anistia

Câmara dos Deputados da Rússia aprovou mudança no projeto de anistia que pode beneficiar os ativistas do Greenpeace presos no país

Moscou – A Câmara dos Deputados da Rússia aprovou nesta quarta-feira (18) uma mudança no projeto de anistia proposto pelo presidente Vladimir Putin. A alteração pode beneficiar os ativistas do Greenpeace presos no país durante um protesto.

A notícia foi divulgada pela agência local Interfax, segundo a qual a mudança no projeto faz com que a anistia seja aplicada a réus à espera de julgamento, como os ativistas do Greenpeace, entre eles a brasileira Ana Paula Maciel.

A medida foi aprovada por unanimidade, em segunda leitura do projeto no plenário da Câmara.

O texto inicial previa que as pessoas sob investigação acusadas de vandalismos ou crimes similares poderiam ser anistiadas somente após a sentença. O benefício vale para acusações e penas inferiores a cinco anos.

Os 30 ativistas foram presos em setembro e libertados depois de dois meses. No entanto, segundo o Greenpeace, eles não podem deixar a Rússia.