Departamento de Estado divulga emails de assistente de Hillary

Os emails foram divulgados em resposta a um pedido feito pelo grupo conservador Judicial Watch

Washington – O Departamento de Estado divulgou os emails de Huma Abedin, uma assistente da então candidata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, que foram encontrados pelo FBI no computador pessoal de seu marido.

O conteúdo de algumas das mensagens foi declarado confidencial. Não é possível saber se isso foi feito logo antes da divulgação ou assim que os agentes do FBI tiveram acesso ao conteúdo.

Os emails foram divulgados em resposta a um pedido feito pelo grupo conservador Judicial Watch.

O Departamento de Estado afirmou que “fiscaliza atentamente o conteúdo dos documentos cujo acesso é requisitado através da Justiça para checar se alguma informação precisa ser mantida sob sigilo”.

O FBI encontrou milhares de emails que foram trocados entre Clinton e Abedin enquanto fazia uma busca no laptop de seu marido. A descoberta levou o então diretor do FBI, James Comey, a anunciar, no final de 2016, em plena campanha eleitoral, que o departamento estava reabrindo a investigação sobre o uso de um computador particular por parte de Clinton.

Dois dias antes da eleição, o FBI declarou que não havia nada de novo nos emails. Para o estafe de Clinton, a ação de Comey foi “um fator determinante” de sua derrota.

Desde então, o FBI afirmou que uma pequena parte dos emails encontrados no laptop foi repassado adiante, ao passo que a maioria estava apenas salva na memória do aparelho, incluindo a maioria dos emails com conteúdo sigiloso. Fonte: Associated Press.