Democratas desejam criar conselho especial sobre Rússia

Os senadores afirmam que o vice-procurador-geral, que recomendou a demissão do diretor do FBI, James Comey, não deveria ser o único a fazer essa tarefa

Washington – Senadores democratas se uniram para exigir que um conselho especial seja nomeado para assumir a investigação federal sobre a possível interferência da Rússia nas eleições presidenciais americanas do ano passado.

No entanto, os democratas afirmam que o vice-procurador-geral, Rod Rosenstein, que recomendou a demissão do diretor do FBI, James Comey, não deveria ser o único a fazer essa tarefa.

O comentário foi feito em um relatório do líder democrata no Senado, Chuck Schumer, após uma reunião dos senadores democratas na manhã desta quarta-feira para responder à demissão de Comey.

O governo de Donald Trump e alguns republicanos, como o líder do partido no Senado, Mitch McConnell, afirmaram que a criação de um conselho especial não é garantida.

Schumer afirmou que Comey ainda deve testemunhar perante o Congresso, mesmo que não esteja mais à frente do FBI.

Fonte: Associated Press.