De férias no Canadá, família é presa ao entrar “acidentalmente” nos EUA

Britânicos dirigiam ao sul de Vancouver, no Canadá, e alegam ter entrado nos Estados Unidos após desviar de um animal e entrar em outra estrada

São Paulo – Uma família britânica alega ter sido presa após entrar acidentalmente nos Estados Unidos. De acordo com informações da rede de notícias britânica BBC e do jornal The Independent, David Connors e sua esposa, Eileen, estão presos na Pensilvânia, junto com seu bebê de apenas três meses de idade, e estão “traumatizados” pela experiência.

O irmão de David, sua esposa e as filhas gêmeas também teriam sido presos, segundo o jornal americano The Philadephia Inquirer.

De acordo com relatos à imprensa, repassados pelo advogado que representa a família, as famílias dirigiam por uma estrada ao sul da cidade de Vancouver, no Canadá, que está localizada próxima da fronteira com o estado de Washington, nos Estados Unidos.

Ao desviar de um animal na estrada em que estavam, entraram em uma nova, de terra, e forma imediatamente parados por um policial e presos. Ainda segundo eles, o policial em questão não informou sobre seus direitos no momento da prisão, tampouco permitiu que eles voltassem ao Canadá. Relataram, ainda, terem sido separados e então levados para Pensilvânia, que fica na costa leste dos Estados Unidos.

Já do outro lado do país, foram impedidos de tentar entrar em contato com a embaixada britânica. Na prisão, os relatos são de tratamento desumano. De acordo com Eileen, oficiais evitam ligar o aquecimento e os cobertores “nojentos”.

Autoridades confirmaram aos veículos que o casal está preso, mas negam irregularidades. A advogada das famílias entrou com uma queixa no Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos, responsável pelos centros de detenções de imigrantes irregulares.

Os britânicos estão detidos em uma prisão no condado de Berks, próximo da cidade da Filadélfia, maior cidade do estado. O local, relata o The Philadephia Inquirer, é um dos três centros de detenções nos Estados Unidos que abrigam famílias imigrantes presas ao tentar entrar em território norte-americano. A maioria delas é de origem centro-americana.