Cúmplice do atentado de Boston é declarado culpado

O estudante cazaque Azamat Tazhayakov foi condenado por obstrução da justiça

Washington – O estudante cazaque Azamat Tazhayakov, amigo do suposto coautor do atentado da maratona de Boston (Estados Unidos) em abril de 2013, Dzhokhar Tsarnaev, foi declarado culpado nesta segunda-feira de obstrução da justiça.

Tazhayakov é acusado de entrar no quarto de Tsarnaev na Universidade de Massachusetts-Dartmouth para recolher uma mochila cheia de fogos de artifício e seu computador pessoal, três dias depois de ver uma imagem de seu amigo na televisão como possível autor do atentado.

O jovem enfrenta até 20 anos em prisão por obstruir a investigação e até cinco por planejar a destruição de provas junto com outro amigo, Dias Kadyrbayev, cujo julgamento ainda está pendente.

Espera-se que o veredicto de Tazhayakov seja pronunciado no dia 16 de outubro. Tsarnaev se declarou inocente da acusação de conspiração e execução do atentado e seu julgamento está previsto para novembro.

O atentado de Boston causou a morte de três pessoas e deixou cerca de 300 feridos, alguns com gravidade.