Cuba não se colocará à venda com nova lei, afirma jornal

Cuba não se colocará à venda com a nova Lei de Investimento Estrangeiro, que será aprovada este mês no Parlamento, diz jornal oficial

Havana – Cuba “não se colocará à venda” com a nova Lei de Investimento Estrangeiro, que será aprovada este mês no Parlamento para atrair capital à ilha, afirma um artigo do jornal oficial Granma.

“O país não se colocará à venda”, afirma o Granma a respeito das discussões preliminares do projeto de lei pelos deputados de três províncias do centro e leste de Cuba.

“A certeza de que as modificações que serão introduzidas no Anteprojeto de Lei para o Investimento Estrangeiro de modo algum significarão a venda do país ou o retorno ao passado (capitalismo) foi ressaltada pelos deputados”, afirma o jornal do Partido Comunista.

O texto da nova lei ainda não divulgado, mas deve ser aprovado em uma sessão extraordinária do Parlamento ainda este mês, segundo o presidente Raúl Castro.

O presidente da Comissão de Assuntos Jurídicos do Parlamento, José Luis Toledo, antecipou que a nova lei reforçará “as garantias aos investidores” e é mais flexível em termos de impostos.