CS sanciona mais três empresas da Coreia do Norte

Entre as companhias sancionadas está a exportadora de armas convencionais Green Pine Associated Corporation

Nações Unidas – O Conselho de Segurança da ONU chegou nesta quarta-feira a um acordo para incluir mais três empresas estatais da Coreia do Norte no regime de sanções contra Pyongyang, em resposta ao fracassado lançamento de um foguete de longo alcance em 13 de abril.

O anúncio da medida foi feito pela representante americana na ONU, Susan Rice. Entre as companhias sancionadas está a exportadora de armas convencionais Green Pine Associated Corporation.

Os nomes das outras duas companhias não foram revelados, embora fontes diplomáticas dizem que se tratam de um banco e de uma organização que agrupa várias entidades.

As sanções incluem o congelamento de seus ativos no exterior. Segundo Susan Rice, as empresas estão relacionadas ao programa nuclear da Coreia do Norte.

O acordo só foi possível com o sinal verde da China, que aprovou as sanções para as três empresas de uma lista de 40 apresentada conjuntamente pela União Europeia (UE), Estados Unidos e Coreia do Sul.

A declaração que o Conselho de Segurança adotou por unanimidade após o lançamento do foguete de longo alcance já previa a ampliação das sanções. Até agora, a lista do órgão incluía oito empresas e cinco indivíduos.