Croácia mandará migrantes para a Eslovênia

"Nós vamos reorientar o corredor (destinado aos imigrantes) para a Eslovênia", declarou Ostojic a repórteres

A Croácia enviará os migrantes que transitam através de seu território para a Eslovênia após a decisão da Hungria de fechar a sua fronteira com a Croácia à meia-noite (19H00 de Brasília), declarou nesta sexta-feira o ministro do Interior croata, Ranko Ostojic.

“Nós vamos reorientar o corredor (destinado aos imigrantes) para a Eslovênia”, declarou Ostojic a repórteres.

A Hungria advertiu que a partir de meia-noite fechará sua fronteira com a Croácia, que se tornou um ponto de trânsito para dezenas de milhares de imigrantes com destino a Europa Ocidental.

“A Croácia irá transportar os imigrantes para Cakovec, no norte, e em seguida, atravessarão para a Eslovênia”, indicou Ostojic.

O ministro do Interior esloveno, Vesna Györkös Žnidar, explicou, entretanto, que estava negociando com a Croácia para criar “um ou dois” pontos de passagem para estes imigrantes.

“Com base nesse número de passagens planejaremos as capacidades de acolhimento”, acrescentou.

O governo esloveno enviou reforços policiais para a fronteira.

Em meados de setembro, a Hungria fechou a sua fronteira com a Sérvia, até agora o principal ponto de passagem para os imigrantes que querem alcançar o norte da Europa para escapar de conflitos e da pobreza em seus países.

Desde então, cerca de 185.000 pessoas atravessaram a Croácia, em sua maioria rumo a Hungria e a bordo de ônibus e trens.