Cristina pode tirar capital da Argentina de Buenos Aires

Presidente argentina sugeriu que vai começar a pensar em uma possível mudança de localização da capital do país

Buenos Aires – A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, sugeriu nesta terça-feira que vai começar a pensar em uma possível mudança de localização da capital do país.

“É uma ideia. Temos que discuti-la e pensá-la entre todos os argentinos”, afirmou Cristina em um ato na cidade de Santiago del Estero, 1.150 quilômetros ao noroeste de Buenos Aires.

Em 1983, o então presidente da Argentina, o radical Raúl Alfonsín (1983-1989), propôs mudar a capital de Buenos Aires à sulina cidade de Viedma, sobre o Atlântico, mas a iniciativa fracassou.

Cristina lembrou que naquela época ela e seu marido e antecessor, o falecido Néstor Kirchner (2003-2007), apoiaram a proposta de Alfonsín porque “há uma necessidade de redesenhar o país estrategicamente”.

“Não significa que é preciso fazer isto (mudar a capital), mas pelo menos começar a pensar nisto”, comentou Cristina.

A governante afirmou que “talvez” a capital poderia estar “mais ao centro do país”, como a própria cidade de Santiago del Estero, capital da província homônima e com uma população de 360.923 pessoas.