Cristina Kirchner viajará ao Vaticano com grande delegação

A presidente, de acordo com o site "Infobae", se sentará ao lado do chefe de Estado italiano, Giorgio Napolitano, na primeira fila

Buenos Aires – A presidente argentina, Cristina Kirchner, viajará ao Vaticano para assistir à missa inaugural do papa Francisco à frente de uma ampla delegação integrada por membros do governo, da Igreja, da Justiça e do Parlamento.

A comitiva oficial estará integrada, entre outros, pelo chanceler, Héctor Timerman, o presidente da Corte Suprema de Justiça, Ricardo Lorenzetti, e o titular da Câmara dos Deputados, Julián Domínguez, segundo o porta-voz presidencial, Alfredo Scoccimarro.

Além disso, junto com a presidente viajarão os titulares da Conferência Episcopal Argentina, monsenhor José María Arancedo, e da Pastoral Social, Carlos Alberto Acaputo, assim como uma delegação de senadores governistas e opositores e dirigentes sindicais governistas.

Segundo a imprensa local, a delegação argentina partirá de Buenos Aires no domingo e gozará de vantagens em sua localização durante a cerimônia devido à nacionalidade do novo papa.

A presidente, de acordo com o site “Infobae”, se sentará ao lado do chefe de Estado italiano, Giorgio Napolitano, na primeira fila.